João Lima/Diretor

Graduado em Direção Teatral pela UFBA, foi um dos fundadores e primeiro presidente da Cooperativa Baiana de Teatro.

Atuou em alguns filmes como “Capitães da Areia” e “A Coleção Invisível”, e em diversas montagens como “Os Iks” pelo Núcleo de Teatro do TCA, “Bafo de Amor” e “Trilogia Baiana”.

Além das produções do Viapalco, dirigiu inúmeros outros espetáculos, entre eles, os premiados: “História de Uma Caixola”, “Quem Conto Canta Cordel Encanta”, “O Sapato do Meu Tio”, “Apareceu a Margarida” e “Eu sem você não sou ninguém” do palhaço Biribinha. Sua experiência no palco se estende ainda à direção de eventos e shows, a exemplo de “Afro Pop Brasileiro”, com Margareth Menezes.

 

Nayara Homem

Atriz, performer e maquiadora, licenciada em Artes Cênicas pela UFBA, integra o Coletivo Inconsequentes de Audiovisual e no Colectivo Âmbar coordena o departamento de pesquisa. Até então atuou em 17 curtas e 4 longa-metragens realizados no Brasil e um vídeo-clipe filmado em Los Angeles (EUA). Integrou o elenco da série de teledramaturgia “EmCenaAção” pela TVE/TV Anísio Teixeira e apresentou o Oitavo Los Angeles Braziliam Film Festival. Além de espetáculos com diversos grupos e elencos apresentados no Brasil, já se apresentou com “A Dama e o Palhaço” em Aurilac- França, Zurich- Suiça, “Los Guardianes del Rio” em Jalcomulco- México, “Cabaré Âmbar” em Xalapa-México, “Caratapa Improvisa” em Fafe-Portugal, “Impro Global” em Tubigen e Esslinger- Alemanha, e as performances “Divinas Montanhas” em Macchu Picchu- Peru, “Catrina- vida e morte” na Cidade do México e “Refúgio” em Berlim.   

 

Andréa Rabelo

Atriz, acrobata e pesquisadora, Mestre em Artes Cênicas pela UFBA, graduada em Interpretação teatral e Licenciatura em Artes Cênicas pela mesma universidade. Atua como arte-educadora mediando aulas de teatro, palhaço e acrobacia aérea. Além do Grupo Viapalco, também faz parte da Cia Buffa de Teatro. Participou de oficinas de qualificação de diferentes técnicas teatrais, além de praticar outras artes como dança (sapateado) e capoeira. Alguns dos espetáculos que participou: “Chimici Comici Alchemici”, “Carmem Miranda – Um Coração Brasileiro” (Musical) - atuação como personagem título, “Fato(s) do Brasil”, “Joguete” e “O Tempo e Os Conways”, dentre outros.

 

Agamenon de Abreu

Graduado em Design pela UNEB e mestrando em Artes Cênicas pela UFBA, coordenou o  Centro Técnico do Teatro Castro Alves. Participou do laboratório Âmbar no México, além de cursos e oficinas de interpretação, dança, circo, palhaçaria, cenografia, figurino, adereços e cinema. Dentre os espetáculos em que atuou, estão: “As Confrarias”, “Zona Contaminada”, “Se Acaso Você Chegasse”, “O Consertador de Brinquedos” e as montagens do Viapalco. Atuou nos filmes “A Morte de DJ em Paris”, “Frascos e Comprimidos”, “Olho Mágico” e a websérie “La Dance”. Como cenógrafo, figurinista e aderecista assinou diversos espetáculos teatrais, de dança, filmes e shows.

 

Ive Alencar

Graduada em Comunicação Social/RP pela UNEB, participou de oficinas e cursos como: Teatro Fórum, Teatro-esporte, Voz e Ação Vocal, Palhaçaria, Interpretação Teatral, Técnicas Circenses e Máscara. No Viapalco, também responde pela coordenação de produção dos projetos. Atuou em espetáculos de outras companhias, como: “Sinapse” e “O Chefe”. No cinema, fez parte do elenco do curta “Doido Lelé”. Co-dirigiu e roteirizou o documentário “Agosto de Deus, Ao Gosto dos Homens”. Foi indicada como melhor atriz coadjuvante pelo espetáculo “O Nariz do Poeta”, no FIT 2009.

 

Fábio Neves

Graduado em Comunicação Social/RP pela UNEB, participou de oficinas e cursos como: Workshop de Mágica, Teatro Fórum, Teatro-esporte, Voz e Ação Vocal, Máscara, Interpretação Teatral, Técnicas Circenses e Palhaçaria.

Participou de todas as montagens do Viapalco e com outros grupos atuou em: “Sinapse”; “O Chefe”, Cordel de João Xóxa e as Trêrr... Mulé Desejosa”. Com o grupo francês Cia Du P´tit Doigt fez o filme “Na Cidade das Coisas Sem Rumo”. Co-dirigiu e roteirizou o documentário “Agosto de Deus, Ao Gosto dos Homens”.