VIRA LONA, LONA VIRA

HISTÓRICO:

Após diversificadas experiências envolvendo Circo e Palhaço, eis que surge a ideia de explorar estes temas abordando desta vez uma estética diferente: a estética dos sonhos! O grupo então debruçou-se na escolha dos números tradicionais e originais a compor esse espetáculo, que envolve pela atmosfera onírica.

A ideia, que no período dos ensaios gerou certa insegurança, um espetáculo para crianças totalmente sem falas, revelou-se logo durante a primeira temporada um fator de muita felicidade para o grupo, a partir da recepção positiva e atenta das crianças para a história ali contada, e ratificou o poder das imagens e do encantamento que envolve o universo circense. Além de uma escolha estética, a ausência de falas se converteu ainda em uma proposta de acessibilidade para portadores de perda total ou parcial de audição.

Vira-Lona, Lona-Vira estreou em 2011 no Espaço Xisto Bahia e já passou por palcos como Sala do Coro do TCA e SESC Pelourinho.

“Eu fui assistir e amei, onde eu passo estou divulgando porque é uma maravilha! Meus filhos amaram. É um dos melhores espetáculos infantis que eu já assisti!”  Rosangela Gonçalves

“Não tenho como agradecer... pela fantástica direção do espetáculo. Eu saí do teatro muito emocionado e pedindo a Deus para viver no mundo dos sonhos... que a nossa lona seja eterna em nossas vidas!”  Deo Carvalho

 

SELEÇÕES E CONVITES

2011 - Espaço Xisto Bahia

2011 - Temporada de Inauguração do Cine Cena Unijorge

2011 - TCA Criança

2012 - Festival xistinho

2012 - Mostra Sesc de Artes – Aldeia pelourinho

2014 - Domingo tem Teatro - Feira de Santana

 

RELEASE:

Palhaços do mundo dos sonhos, que estão sempre buscando alguém que se deixe levar a dormir profundamente para alimentar esse mundo mágico, se deparam com um tradicional dono de circo, em meio a seu cotidiano de muito trabalho e treinamento. O encontro perfeito! Eles o farão dormir, envolvendo-o em um sonho todo especial: um circo onde todos os números são feitos por palhaços! Nessa atmosfera onírica de imagens fugidias, o que importa é a sensação. Obedecendo à lógica dos sonhos, as apresentações do circo não são lineares e tudo vira um jogo sem limites, que mistura realidade e sonho. Um espetáculo tão envolvente que crianças e adultos se deixam levar para um mundo onde a poesia da imagem fala mais alto e o riso se torna fácil e solto.

 

ROTEIRO

Viapalco

DIREÇÃO

João Lima

CENÁRIO / FIGURINO

Agamenon de Abreu

ILUMINAÇÃO

Luciano Reis

OPERAÇÃO DE LUZ

Tatá

CENOTECNIA

Bruno Matos e Agnaldo Queiroz

COSTURA

Guida Maria, Maria Du Carmo,

Letícia Santos, Ana Júlia e Mazé Lúcio

PREPARAÇÃO PARA ACROBACIA

Jailson Pereira e Marcio Gabriel

TRILHA SONORA ORIGINAL

Rubens De Ávila

OPERAÇÃO DE SOM

Lana Dandara

MAQUIAGEM

Nayara Homem

PROGRAMAÇÃO VISUAL

Agamenon de Abreu

CONTRA REGRAGEM

Anderson Lima, Lenise Almeida,

Weslei Pereira e Lua Damasceno

ELENCO

Agamenon de Abreu

Andréa Rabelo

Fábio Neves

Ive Alencar

Nayara Homem